Destaques

05/10/2017 09:48

Polícia Civil inicia testes para lavratura de auto de prisão em flagrante por videoconferência

Os delegados de polícia da Regional de São Miguel do Guaporé, e o Diretor do Departamento de Polícia doInterior (DPI), Arismar Araújo, assim como, escrivães e agentes de polícia, iniciaram os testes para a implantação do projeto de lavratura de auto de prisão em flagrante por meio do sistema de vídeo conferência. O primeiro teste oficial neste novo modelo de flagrante aconteceu na semana passada, entre duas cidades da Br 429, São Miguel do Guaporé e São Francisco do Guaporé.

De acordo com o Delegado da Polícia Fred Mattos, durante a solenidade de posse do novo Delegado Regional de São Miguel do Guaporé, Willian Sanches, surgiu um Flagrante de violência doméstica (Lei Maria da Penha), na cidade de São Francisco do Guaporé, distante cerca de 120 km. Diante da situação foi realizado a lavratura do auto de prisão por meio do sistema de videoconferência. Foram ouvidos condutor, testemunha, a vítima – que solicitou medida protetiva, assim como, o infrator foi interrogado via sistema de videoconferencia. É importante salientar que o método realizado não utilizou todas as ferramentas que irão fazer parte do sistema que será implementado”, disse Fred.

 

Segundo Diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), Delegado Arismar Araújo, o objetivo do projeto de lavratura de auto de prisão em flagrante por sistema de  videoconferência é “aproveitar a tecnologia disponível como instrumento para agilizar os trabalhos, reduzir o tempo de permanência de policiais militares na delegacia, diminuir a quantidade de policiais escalados e, como o ato será gravado, trazer maior garantia para a prova criminal”, explica Arismar.

A utilização da videoconferência para atos da Polícia Civil foi aprovada pelo Conselho Superior da Polícia Civil, através da Resolução n. 029/2017, publicada no Diário Oficial n. 92, de18 de maio de 2017.

Para o Delegado-Geral da Polícia Civil, Eliseu Muller, a iniciativa dos profissionais da Segurança Pública promoverá um avanço significativo dentro da Polícia Civil. “Vamos melhorar o trabalho da nossa atividade fim e assim, garantir respostas mais eficiente para a população. Parabéns aos idealizadores desta ferramenta que vai beneficiar toda a Polícia Civil. É importante revelar que já estamos em processo de licitação para adquirir os equipamentos necessários para a aplicação e desenvolvimento deste projeto”, afirma Eliseu.

Participaram do teste da Lavratura do Auto de Prisão em Flagrante por meio do sistema de videoconferência o Delegado-Geral da Polícia Civil, Eliseu Muller, o Diretor do DPI, Arismar Araújo, o Delegado Regional de São Miguel, Willian Sanches, o Delegado de Costa Marques, Fábio Moura, o Delegado de São Francisco do Guaporé que conduziu o Flagrante à Distância, Fred Mattos, o Escrivão de Polícia de São Francisco do Guaporé, Jhonatan Mendes e o Agente de Polícia de São Francisco do Guaporé, Augusto Leme.


WWW.RONDONIATUAL.COM: Este site acompanha diversos editoriais. Todos as notícias veículadas aqui são tratatas como simples suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Não nos responsabilizamos por quaisquer comentários de nosso internautas.

Retirar notícia: Entre em contato, enviando-nos o link da matéria.

CONTATO: contato@rondoniatual.com

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo