Política

11/09/2018 13:06

Bancada de Rondônia possui apenas três parlamentares com ficha limpa, segundo Detector de Corrupção

 

Neste ano eleitoral, a população passa a contar com uma importante ferramenta para a busca de informações sobre os candidatos. O aplicativo Detector de Corrupção, lançado este ano pelo Reclame Aqui, ajuda o eleitor na busca de informações sobre o histórico dos candidatos.

Disponível nas versões Android e Apple de forma gratuita, o aplicativo fornece ao eleitor dados sobre inquéritos e processos judiciais. Para obter acesso a essas informações, basta fazer a busca pelo nome do político ou por meio de reconhecimento facial. Isto é, por meio de foto, que pode ser tirada presencialmente, ou por imagens na TV ou em cartaz.

A ferramenta rastreia informações em diversas instâncias jurídicas: Supremo Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Tribunais de Justiça dos Estados (TJs).

O banco de dados abrange presidentes, vice-presidentes, senadores, deputados federais e governadores que ocuparam o cargo nos últimos 8 anos. Também estão listados os atuais pré-candidatos à Presidência da República e a governo de Estado.

Na bancada federal de Rondônia, dos oito deputados, cinco aparecem com processos judiciais. São eles: Lindomar Garçon, Luiz Claudio, Marinha Raupp, Lúcio Mosquini e Nilton Capixaba.

Os únicos deputados federais com ficha limpa são Marcos Rogério, Mariana Carvalho e Expedito Netto. Não por coincidência, os três são da ala mais jovem na Câmara e compõe a mesma chapa nas eleições deste ano.

No Senado Federal, a situação é mais grave. Todos os parlamentares eleitos aparecem com pendências judiciais: Valdir Raupp, Ivo Cassol e Acir Gurgacz.

Entre os pré-candidatos ao Senado, figuram na lista candidatos com pendências judiciais, como Valdir Raupp e Confúcio Moura. Há, ainda, um candidato que foi preso e, em depoimento, alegou perda de memória para não prestar depoimento: Carlos Magno.


WWW.RONDONIATUAL.COM: Este site acompanha diversos editoriais. Todos as notícias veículadas aqui são tratatas como simples suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Não nos responsabilizamos por quaisquer comentários de nosso internautas.

Retirar notícia: Entre em contato, enviando-nos o link da matéria.

CONTATO: contato@rondoniatual.com

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo